A Inovação em um oceano Azul: O Futuro do Ar

Aug 15, 2022

No marco da colaboração entre a Daikin e o INCmty para reinventar o futuro do ar-condicionado foi apresentado na palestra: Inovação em um oceano azul, ministrada por Ricardo Rodriguez, LATAM BD Senior Manager de Daikin.

Durante a palestra, foi explicado a importância da redução de gases de feito estufa que representam 99% da contaminação global e que são responsáveis pelo aumento da temperatura do planeta, e que salientou que até o dia de hoje a temperatura possa ter aumentado 0,8 graus centígrados. No futuro esta situação poderia provocar seca e derretimento dos polos. 

A indústria do ar é crucial para atenuar a mudança climática. Mais ou menos de 40% do uso de energia de um prédio está relacionado ao consumo dos equipamentos de ar-condicionado, esta energia elétrica utilizada libera gases de efeito estufa, assim como os gases refrigeradores. A eficiência do esfriamento é o desafio desta indústria que espera um aumento na demanda dos próximos anos, devido ao aumento das temperaturas. 

Se espera entre 2019 e 2030 serão vendidos mais de 4.800 milhões de novas unidades de ar-condicionado no mundo e se estima que somente durante o ano de 2030 serão vendidos 700 milhões do total deste prognóstico. Destacou-se também que a indústria do ar-condicionado será convertida em um bom negócio para o consumido dado que longos dos anos, a climatização foi um elemento fundamental para o desenvolvimento econômico da sociedade. 

A invenção do ar-condicionado permitiu que as indústrias de construção, o trabalho industrial, a impressão, o processamento de alimentos e a fabricação elétrica, assim como o trabalho de escritórios foi possível em cidades com climas quentes ou de trópicos. 

Eficiência versus preço 

A tecnologia Inverter economiza até 40% no consumo de energia se comparado com os preços dos compressores que não tem este tipo de tecnologia. Os sistemas Inverter foram criados há quase 32 anos e ainda apresentam oportunidades de adoção na América Latina, principalmente pelo seu preço. A acessibilidade para o desenvolvimento sustentável dos países é bem relevante porque sem eficiência em tecnologias e sem tecnologias eficientes não se podem fechar os ciclos até a preservação do meio ambiente.    

Oceanos Azuis e Ar-Condicionado 

A inovação na indústria do ar-condicionado cobra muita relevância e sobretudo na questão de termo dos oceanos azuis que criam uma região onde as ações da companhia afetam favoravelmente sua estrutura de gastos e a proposta de valor também para os compradores. Ou seja, economizar os custos podem ser alcançados eliminando ou reduzindo os fatores que competem à indústria, mas a parte da geração de valor tem como objetivo melhorar os elementos na indústria que nunca haviam sido oferecidos e que geram mais benefícios através de economias de escala.  

Os oceanos azuis são espaços de mercado que não foram explorados antes, é basicamente uma criação de processo.

Saiba mais sobre o INCmty DisruptAir Challenge em: https://lnkd.in/gYTJc399